Aproximar um imã do meu celular ou tablete vai estraga-lo?

Diversas pessoas imaginam que os imãs ou outros materiais magnetizados vão danificar os equipamentos eletrônicos, os tablets, smartphones e etc. Existem empresas que comercializam capinhas para celulares que possuem imãs de neodímio.

Nas telas LCD, plasma, LED ou AMOLED, que compõem boa parte dos dispositivos modernos (tablets e smartphones) isso não acontece mais. Então, ímãs pequenos, como os usados em capinhas de smartphone, podem não representar um grande perigo.

Para a tela do celular, não há com o que se preocupar, mas os campos magnéticos podem interferir na bússola interna do smartphone, usada principalmente pelo sistema de localização e apps como o Google Maps, Uber, Waze  e IGO. Alguns outros aplicativos de jogos e recursos que dependem de movimentos do aparelho também podem não funcionar direito se você o deixar próximo a um ímã.

A Apple, não autoriza que fabricantes de capinhas para iPhone utilizem imãs ou materiais magnetizados em seus cases.  Sabendo disso, não recomendamos em seu celular cases com ímãs.

Em HDs de computador, como são memórias não-voláteis, elas são lidas e gravadas usando pequenos ímãs internos, e um grande campo eletromagnético poderia causar interferência e deformações.

Os comentários estão encerrados.